sexta-feira, 1 de novembro de 2019

POR 9 VOTOS A 2, VEREADORES APROVAM NOME DO HOSPITAL DE BACABEIRA

Folha do Munim

Primeiro Hospital-Maternidade de Bacabeira receberá o nome de "Naila Teixeira de Sousa"


Na tarde da última quinta-feira, 31, a sessão ordinária da Câmara Municipal de Bacabeira foi bem movimentada e favorável para o grupo da Prefeita Fernanda Gonçalo. Na pauta estava o projeto de lei que daria o nome do inédito Hospital-Maternidade da cidade, que deve ser inaugurado no próximo dia 10 de novembro, data em que Bacabeira completa 25 anos de emancipação política. 

A discussão da proposta foi calorosa. Entretanto, a maioria esmagadora dos parlamentares destruíram o argumento infundado da oposição que quis, a todo modo, introduzir na cabeça das pessoas que a matéria havia vícios de irregularidade. 

Em um clima quente e com o plenário lotado, o vereador Jefferson (PSC) deu uma verdadeira aula sobre legislatura e enquadrou, mais uma vez, a vereadora de oposição Kellyane Calvet (PMB) que, além de atacar o governo diariamente, tenta colocar a população contra os vereadores que compõem a base do governo na Câmara. 

Envergonhada e sem argumentação regimental contundente para se defender, a vereadora passou por um tremendo constrangimento e vergonha perante dezenas de pessoas ali presente. 

Depois de quase duas hora de embate, por fim, a matéria foi submetida a votação pelo presidente da casa, vereador Elias Teixeira Lima (Tchabal), obtendo nove votos a favor e apenas dois contra.

“A grande maioria dos prédios de Bacabeira tem nome de pessoas de fora, inclusive do padre José de Anchieta, que é espanhol. Essa argumentação da oposição não tem base na lei, pois se trata de birra política, simplesmente”. Depois que a prefeita Fernanda Gonçalo sancionar o Projeto de Lei aprovado aqui, o inédito Hospital-Maternidade receberá o nome de "Naila Teixeira de Sousa", um gesto cortez da Câmara Municipal em agradecimento à família que trouxe, depois de vários governos, o tão sonhado hospital para nossa cidade”, disse Jefferson.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe