quarta-feira, 25 de setembro de 2019

IMPERATRIZ: BANDIDOS INVADEM VELÓRIO ATIRAM EM DEFUNTO E TOCAM FOGO EM VEÍCULOS


A madrugada desta quarta-feira, (25) voltou a ser violenta na cidade de Imperatriz, (MA), onde bandidos incendiaram dois veículos e dois homens e uma moto invadiram um velório e deram vários tiros no defunto. A cidade de Imperatriz é considerada como a segunda maior cidade do Maranhão e voltou a apresentar nos últimos meses altos índices de violência. 


O número de assaltos cresceu bastante assim como o número de assassinatos e latrocínios. O último registrado foi o do soldado da Polícia Militar do Estado do Maranhão Wanderson Monteiro. Ele foi morto a tiros na segunda-feira, (23) quando estava em uma loja de venda de aparelhos de telefone celular naquela cidade. O militar teria reagido a uma assalto ao estabelecimento praticado por dois homens. Após a morte do policial na tarde de segunda-feira a cidade viveu uma noite sangrenta com 5 assassinatos registrados pela polícia. 

TIROS NO DEFUNTO 

O caso ocorreu no bairro Novo Horizonte, naquele município onde estava sendo velado o corpo de Pedro Brito Sousa, 19 anos, conhecido como “Pedim”. Ele foi executado a tiros na madrugada de terça-feira, (24) por elementos não identificados pela polícia. “Pedim” era acusado de ter dado cobertura para os homens que mataram o soldado Wanderson Monteiro. 


O corpo dele estava sendo velado essa madrugada na casa dos seus avós quando chegaram dois homens em moto e foram em direção ao caixão e disparam vários tiros no cadáver da vítima é fugiram logo em seguida. 

CARROS INCENDIADOS 

Já na Vila Zenira os bandidos acabaram tocando fogo em um veiculo Celta e um Gol. Os moradores da localidade acordaram com o barulho das chamas e explosão. O Corpo de Bombeiros foi acionado . No entanto ao chegar ao local não conseguiu evitar que os dois carros fossem consumidos pelo fogo. 

Os bandidos fugiram do local sem serem identificado. A polícia suspeita que os dois veículos tenham sido roubados pelos criminosos. Em nenhum dos casos a polícia conseguiu prender os autores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe