terça-feira, 16 de julho de 2019

CAEMA VOLTARÁ A COBRAR POR FORNECIMENTO DE ÁGUA EM SANTA RITA

Os hidrômetros para medição do liquido começam a ser instalados nas residências.


Basta chegar o verão para as reclamações da falta d’água em Santa Rita voltar a ser destaque. Se não bastassem as dificuldades, a Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão – CAEMA quer voltar a cobrar pelo fornecimento. 

Os hidrômetros para medição do liquido começaram a ser instalados nas residências a cerca de 15 dias, iniciando pela Comunidade Areias, seguido do Bairro Carema até o centro da cidade. 

O faturamento estava suspenso por determinação do Ministério Público desde 2012, após problemas no sistema de abastecimento de água, em operação desde 1982. 

Com muito tempo de existência e o crescimento de habitantes, obrigou o Governo do Estado a investir na prestação do serviço, com obras feitas pela empresa BFX, mas a necessidade dos moradores por uma água de qualidade persiste até hoje. 


O principal obstáculo continua sendo a ETA de Areias. O tanque para produção de água tratada, armazena no máximo 230 metros cúbicos de água por hora, onde o ideal seria no mínimo 500 metros para atender a demanda. 

Diante das dificuldades, auditores da CAEMA visitaram o reservatório na manhã desta terça-feira (16). Na ocasião, me informaram que a empresa pretende sanar o problema em um período de 90 dias. 

Enquanto as intervenções definitivas não chegam, o cidadão santarritense será obrigado a pagar por um serviço que deixa muito a desejar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe