quarta-feira, 12 de setembro de 2018

SANTA RITA: DEZENAS DE CRIMINOSOS SÃO RETIRADOS DE CIRCULAÇÃO EM MAIS UMA FASE DA OPERAÇÃO ‘CERCO FECHADO’, COMANDADA PELO DELEGADO MÁRCIO MORAES


A polícia civil do Maranhão por meio da Delegacia de Santa Rita comandada pelo Dpc Márcio de Moraes, concluiu nesta segunda-feira (11) a Terceira Fase da Operação: “CERCO FECHADO” deflagrada em sua primeira fase no dia (17 de julho de 2018) que visa combater o aumento dos roubos e assaltos na cidade de Santa Rita, e a segunda fase com o levantamento nas regiões de Itapecuru, Miranda e Santa Rita de possíveis receptadores de veículos com o apoio dos agentes de trânsito da cidade de Santa Rita. 

No total as três fases da Operação ‘Cerco Fechado’, em ação conjunta da “Força Tarefa” (Policias Civil e Militar sob o comando do Delegado Márcio Moraes e Major Pereira) foram cumpridos mais de 20 (vinte) mandados de prisões e internações de menores representado pelo Delegado de Santa Rita. 

A desarticulação dos diversos grupos que praticavam assaltos não seria possível, sem o apoio do Núcleo de Interceptação Telefônica da SSP e do Ministério Público e Poder Judiciário. Além destes, o Conselho Municipal de Segurança que ajudaram com denúncias. 

Parte das prisões foram realizadas pela equipe de policiais civis de Santa Rita, outras pela polícia militar e diversas em esforço conjunto. Inclusive, fora preso Hilton de Sousa Andrade pelo Delegado Samuel Morita que tinha mandado solicitado pelo Delegado Márcio por assaltos na região. Além deste, foram presos em São Luis, por tráfico de drogas: ISAC DE SOUSA ROCHA, v. ESTRANGEIRO ou LOURINHO, ISAQUIEL DE SOUSA ROCHA, v. SHEL, e JADSON MOREIRA MARTINS, v. “CANELA”, todos com mandado de prisão solicitados pelo Delegado Márcio a Comarca de Santa Rita por suspeita de assaltos na cidade e que foram devidamente cumpridas. 

No feriadão, a Terceira Fase da Operação foi reiniciada, sendo que na última quinta-feira, foi dado cumprimento por policiais civis de Santa Rita, o mandado de prisão de RUAM OLIVEIRA ALVES, um dos principais líderes de um dos grupos que atuavam em assaltos na região, segundo escutas telefônicas o mesmo estava associado com menor infrator “ISMIGOL” autor da vítima latrocínio da vítima OSIEL BEZERRA LIMA no dia 14 de agosto, o menor fora internado após cumprimento de mandado de internação pela mesma equipe de policiais civis, e confessou que cometera o crime com ANTONIO VITOR SILVA MUNIZ, “O DIAMANTE”, que fora autuado em flagrante pelo Delegado Márcio após condução da polícia militar, e ainda na semana passada fora dado cumprimento ao mandado de Prisão por policiais civis de Santa Rita da comparsa JOSIANE LIMA LOPES, “V. JOJÔ”. 

No domingo (09/08) o Delegado Márcio de Moraes autuou em flagrante outros dois suspeitos MARCOS DOS SANTOS DA COSTA, v. “FUNCA” (monitorado por interceptação telefônica e com mandado de prisão expedido) e RUAN ARAUJO TEIXEIRA, presos que foram conduzidos pela equipe do Major Pereira (Rosário), que passou a se comunicar com o Delegado Márcio Moraes, para confirmação do envolvimentos destes e outros que se mantém foragidos. 

O Delegado Márcio de Moraes, já havia informou ao Delegado Regional Murilo Tavares ao Superintendente do Interior Armando Pacheco e ao Delegado Geral, Leonardo do Nascimento Diniz, que algumas das prisões realizadas não eram divulgadas sob o temor de que outros suspeitos associados se evadissem. 

Tanto o Delegado Márcio de Moraes de Santa Rita, quanto o Major Pereira acreditam que com todas as prisões realizadas ao longo dos últimos dois meses e meio, o índice de ocorrências de crimes de roubos e assaltos passarão a diminuir, mas prosseguem em esforço conjunto de sua Força Tarefa na perseguição dos Foragidos.

 
 






 


 













Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe