quarta-feira, 22 de agosto de 2018

MORADORES DO AFOGA IMPEDEM SERVIÇO MAL FEITO DA PREFEITURA DE ANAJATUBA


Moradores da comunidade Afoga, zona rural de Anajatuba, impediram que maquinários da prefeitura do município, descem continuidade a um serviço mal feito, a mando do prefeito Sidney Pereira (PCdo B). 

Como forma de protesto, os populares se apossaram de duas maquinas (Motoniveladora e Pá Carregadeira), que faziam o trabalho na MA 339, que liga a diversos povoados.


O intuito do manifesto foi evitar que o local recebesse apenas raspagem, visto que a população da região exige que a atividade seja concluída pelo menos com piçarramento e drenagem nas laterais da via.

A polícia militar esteve presente no ato, mas os militantes resistem até o presente momento, até que uma decisão seja tomada, e assim, por fim ao impasse.  


A obra parece eleitoreira, uma forma de Sidney tentar obter vantagem, já que as estradas do município estão a anos intrafegáveis, e somente agora em época de eleição, resolveu tomar tal iniciativa, o que será impossível pelo fato da trágica administração, que lhe rendeu o titulo de pior gestor da história de Anajatuba, em resposta, os eleitores estão ignorando seus candidatos. 

Vale lembrar que no mês de junho desse ano, Sidney anunciou aos quatro cantos que iria pavimentar toda estrada do Afoga, mas tudo não passou de uma farsa. Enquanto isso, a via segue em condições precárias, colocando em risco a vida dos moradores, além de prejudicar o transporte escolar, que se encontra com a frota totalmente sucateada, por conta do descaso do atual prefeito. 

Mediante o desrespeito com a coisa público, o Ministério Público do Maranhão já pediu o afastamento do prefeito Sydnei. O MP se baseou em denúncias de supostos desvios de dinheiro público que são alvos de investigações federais. O assunto foi inclusive destaque no Bom Dia Brasil, da TV Globo. 

O órgão, bem como a população da cidade cansada de ser enganada, aguarda por uma decisão favorável  da justiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe