sexta-feira, 18 de maio de 2018

COMUNIDADES ISOLADAS PEDEM SOCORRO EM ANAJATUBA.


A população do município de Anajatuba tem sido castigada pela péssima administração do prefeito Sydney Pereira (PCdoB). Desde que assumiu o comando da prefeitura, em janeiro de 2017, a cidade simplesmente parou, e com as chuvas, comunidades inteiras estão completamente isoladas. 

A Estrada do Afoga, por exemplo, que liga a sede do município aos principais povoados de Anajatuba, o estado é de abandono total, o que tem causado muito prejuízo aos produtores locais. Lamas e buracos são o retrato de como o prefeito tem tratado as vicinais do município.


No Povoado Pastorador, a situação é ainda pior, e os moradores estão revoltados com o abadono e isolamento da região. “Desde que foi eleito, prometendo mudança, nunca mais vimos nenhuma ação da prefeitura, e agora, nossa estrada está completamente cortada e não sabemos a quem recorrer já que ninguém encontra o prefeito nem os secretários. Estamos vivendo o pior momento da história de Anajatuba”. Desabafou o produtor rural José Antônio.


Outra região que está em estado de calamidade é o Povoado Santarém, que também está isolado e completamente abandonado pelo poder público. “Semana passada uma senhora teve que ser socorrida, e precisamos carregá-la em uma rede, por mais de um quilometro, porque como vocês podem ver, a Estrada está completamente cortada.” Disse um morador que pediu para não se identificar.


A situação de abandono e descaso com o município não é apenas na zona rural, no Loteamento Dico Batalha, que fica na sede da cidade, moradores denunciam que ruas viraram córregos e a prefeitura não faz absolutamente nada. “É uma vergonha, como vocês podem ver, isso aqui era para ser ruas, mas as chuvas transformaram em crateras e agora, só dá pra andar se for de canoa”. Denuncia a dona de casa Maria Pedrolina. 

Ninguém encontra o prefeito na cidade, e segundo informações obtidas pelo blog Maramais, o comercio local sofre sua pior crise, consequência do abandono da gestão municipal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe