quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

CORPO É EXUMADO EM SANTA RITA


Depois de dois meses e 19 dias, o corpo de José Ribamar, conhecido por Zeca, foi exumado no cemitério de Areias em Santa Rita, na tarde desta quarta-feira (31). O procedimento foi acompanhado por familiares, policias civil e militar, alem de uma equipe formada por legistas do centro de tanatologia do Maranhão, chefiada por Frederico Mamede.

O processo atende a um pedido do ministério público que busca esclarecer o que levou a morte da vítima, uma vez que o laudo preliminar atestou que José Ribamar foi havia sido acometido por um ataque cardíaco, mesmo sendo atingido por pelo menos 10 facadas. A partir daí se construiu divergência sobre o caso.


A exumação deve esclarecer se a serie de ferimentos é compatível com a arma deixada na cena do crime, tipo e quantidades reais de lesões encontradas no cadáver.

Segundo Frederico Mamede alguns fatores devem contribuir ou não para o sucesso desse trabalho. por exemplo de como o corpo foi enterrado e o grau de decomposição.

As amostras retiradas foram encaminhadas para São Luis e o resultado da necropsia deve sair em até 30 dias.

Entenda o caso

José Ribamar, 55 anos foi morto com pelo menos 10 facadas dentro de sua residência localizada na Rua do Campo do Telê, Bairro Liberdade, Santa Rita.

O crime aconteceu na madrugada de 17 de novembro do ano passado, por volta das 03horas da madrugada.

José Ribamar ainda foi socorrido com vida e levado para o hospital Maria Helena Freire, mais não resistiu aos golpes e veio a óbito.


Militares de plantão atenderam a ocorrência, após denúncia de populares.

Fortes indícios da autoria recaem sobre uma velha cliente do proprietário do bar identificada por Ana Paula, a mesma que a todo momento nega as acusações continua presa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe