quinta-feira, 21 de setembro de 2017

MORADORES DE GAMELEIRA INTERDITAM ESTRADA DE FERRO CARAJÁS


Os moradores da comunidade Gameleira, Bacabeira, interditaram durante toda tarde desta quinta-feira (21), o quilometro 51 da estrada de ferro Carajás, em protesto pela construção de um viaduto no local. 


O movimento ganhou força depois que os moradores da localidade se reuniram horas antes com o diretor de relações públicas da mineradora VALE, ao qual ficou confirmado que não existe um estudo técnico para viabilização da obra, o que gerou revolta generalizada dentro da localidade. 

Os moradores alegam que mais de 50 famílias da região dos campos estão sendo severamente prejudicadas ao realizarem a travessia da ferrovia, devido ao excesso das composições que trafegam diariamente na área, que segundo eles, impedem o direito de ir e vir das pessoas, além do registro de vários acidentes, alguns com vitimas fatais. 

Os manifestantes obstruíram a via usando toras de madeiras e galhos de árvores para impedir a passagem do trem. O ato durou cerca de cinco horas. 


Diante do caos instalado com o bloqueio, representantes da companhia voltaram ao local, na ocasião apresentaram ao grupo, um pedido de liminar, expedido pelo Juiz José Augusto Sá Costa leite, da segunda vara de Rosário, suspendendo a manifestação, e assim, assegurando a livre circulação das maquinas. 




Durante o encontro ficou acertado uma nova rodada de negociações, marcada para acontecer no próximo dia 29. Enquanto isso não acontece, os funcionários da estatal garantiram melhorias na passagem de veículos existe no trecho, além de recuperação da estrada que liga ao viaduto do Ramal do Abude (Em fase de Construção) que deve ser usada para tráfego de veículos pesados. 

Os moradores afirmaram que se o acordo não for cumprido, voltarão novamente a bloquear a via.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe