terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

SANTA RITA - PROFESSORES AMEAÇAM DEFLAGRAR ESTADO DE GREVE


Mesmo sendo um dos prefeitos mais bem votados no Estado, o prefeito Hilton Gonçalo inicia sua administração com várias negativas de direitos adquiridos. Fato esse que pode ocasionar o atraso do ano letivo 2017 nas mais de 50 escolas do município. 

Dentre as negativas podemos citar: 

- Atualização do salário mínimo para R$ 937,00. Em Santa Rita o pagamento dos servidores em janeiro foi repassado com valor ainda de 2016, ou seja, R$ 880,00; 

- Atrasado das férias dos servidores do magistério. Como o pessoal do magistério entra em férias de forma coletiva os mesmos deveriam receber no inicio das férias caso que até hoje ainda não aconteceu.

- Reajuste de 7,64% para os professores. Reajuste esse que já foi dado em os municípios ao entorno de Santa Rita, sendo assim, inclusive no município onde sua esposa é prefeita. 

- Descumprimento dos Planos de cargos e salários dois servidores da saúde e educação, assim como do Plano Municipal de Educação (PME). 

- Não convocação para eleição de gestores escolares, medida essa determinada nos referidos planos. 

Lembrando que desde o inicio do ano os servidores através da diretoria do SINDICATO têm tentado entrar em contato com a administração, através de ofícios. Até que conseguiram conversar com alguns secretários, mas os mesmos se mostraram incompetentes nas resoluções das demandas levantadas pelos servidores.

Segundo a diretoria do sindicato o DIÁLOGO é um desejo dos servidores em geral, mas jamais abriremos mãos dos nossos direitos conseguidos com tanta luta, pois maior que Deus ninguém.


Diante do impasse, o SINTESP-SR está convocando todos os associados para participarem de uma assembléia extraordinária que será realizada no dia 17 (sexta), deste, na Praça Carlos Macieira. 

O principal assunto a ser levantado será a convocação para assembléia geral sobre o indicativo de greve para o próximo dia 08 de março.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe