sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

GOLEIRO BRUNO CONSEGUE HABEAS CORPUS NO STF E DEVE SAIR DA CADEIA

SEGUNDO A ASSESSORIA DO STF, MARCO AURÉLIO ARGUMENTOU QUE O RECURSO JÁ ESTAVA HÁ TRÊS ANOS SEM APRECIAÇÃO E, PORTANTO, DEU A BRUNO O DIREITO DE CONTINUAR ESPERANDO ESSA ANÁLISE SOLTO.


O ministro Marco Aurélio Melo, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu um habeas corpus que permite a saída do goleiro Bruno Fernandes da prisão na noite desta quinta-feira. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do STF na manhã desta sexta-feira (24).

O ministro deferiu o habeas corpus número 139612, que permite que Bruno recorra de sua condenação pelo sequestro, morte e ocultação do cadáver da modelo Eliza Samudio em liberdade. Segundo a assessoria do STF, Marco Aurélio argumentou que o recurso já estava há três anos sem apreciação e, portanto, deu a Bruno o direito de continuar esperando essa análise solto. 

Ainda segundo a assessoria, o documento é válido apenas se ele não estiver preso por outros crimes que não tenham relação com o caso Eliza Samudio. Os trâmites de análise do alvará e liberação do goleiro cabem à Vara de Execuções Penais de Santa Luzia, já que Bruno está preso na Associação de Proteção e Assitência ao Condenado (Apac) da cidade da Grande BH. 

O advogado Lúcio Adolfo, que representa Bruno, disse que já está na Apac aguardando a liberação do cliente. "A expectativa é que ele seja liberado por volta do meio dia", diz o defensor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe