segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

CHAPE É OFICIALMENTE CAMPEÃ DA SUL-AMERICANA; ATLÉTICO NACIONAL RECEBE PRÊMIO POR FAIR PLAY

CONMEBOL OUTORGOU TÍTULO CATARINENSE MENOS DE UMA SEMANA DEPOIS DE TRAGÉDIA


A Chapecoense é oficialmente campeã da Copa Sul-Americana. Quase uma semana depois da tragédia que vitimou 71 passageiros do voo que levava a delegação da equipe catarinense à Colômbia para a ida da final da competição, a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) outorgou o título na tarde desta segunda-feira. Além da taça, o 'Verdão do Oeste' ficará com os 2 milhões de dólares (R$ 6,86 milhões) de premiação pela conquista. 

Já os colombianos do Atlético Nacional, que seriam os rivais da Chapecoense na final, receberão os valores destinados ao vice-campeão, além do troféu do centenário da Conmebol pelo fair play demonstrado no caso. A equipe de Medellín prestou inúmeras homenagens às vítimas da tragédia. Uma delas, por exemplo, foi ter enviado à entidade sul-americana um documento que pedia que a Chape fosse declarada campeã. 

As decisões foram tomadas após uma reunião do conselho da Conmebol, que citou quatro considerações a respeito da medida. A primeira lembra exatamente a carta do Atlético Nacional ao presidente da entidade, Alejandro Domínguez. A segunda declara que a Chape é campeã e receberá a premiação. Nas duas últimas considerações, o texto afirma que o Atlético Nacional ficará com a posse do troféu por fair play e a premiação de 1 milhão de dólares (R$ 3,4 milhões). 

Além dos R$ 6,86 milhões referentes ao título, a Chape receberá ainda a premiação pela vaga na Recopa (R$ 3,43 milhões), participação na Libertadores de 2017 (cerca de R$ 2 milhões). A disputa de pelo menos três partidas em casa na competição internacional do ano que vem renderá também R$ 6,1 milhões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe